Caminhada aventura de Talim a Lisboa!

Alta Temporada

O mes de férias de agosto estava a todo vapor, turistas polacos estavam a viajar para as praias para desfrutar do verão quente e nós estávamos a caminho da costa báltica. Ficava cada vez mais difícil encontrar alojamento e perto das cidades balneárias, era impossível caminhar na praia, já que esta estava cheia demais.
Desde que começámos a caminhar na Polónia, estávamos a seguir trilhos locais que faziam parte do E9. Nos dias 102 a 108 da nossa caminhada, eles levavam-nos num ziguezague entre as praias e o campo, de modo que as vistas eram muito variadas naqueles dias:

DSC05694 DSC05700 DSC05727 DSC05757 DSC05758 DSC05761 DSC05785 DSC05787 DSC05796 DSC05806 DSC05808 DSC05813 DSC05824 DSC05825 DSC05835 DSC05838 DSC05841 DSC05844 DSC05849 DSC05854

Depois do descanso de três dias, começámos a nossa caminhada em Mrzezino. Logo estávamos a caminhar novamente ao longo da costa; com uma vista excelente para as águas calmas da Baía de Puck e a comprida península Hel no fundo. Chegámos em Puck, uma cidade engraçada com uma colorida vida de praia e uma linda praça. Mais tarde descobrimos que o nome alemão de Puck é “Putzig”, o que significa engraçado.

DSC05713 DSC05714 DSC05718 DSC05722 DSC05723 DSC05726

A partir de Puck, continuámos até as praias do Báltico no dia 103. Este foi um dia de grandes encontros e da nossa introdução às cidades balneárias da Polónia na temporada de verão, mas vamos por partes.
Após poucos quilómetros, tivemos de atravessar uma estrada movimentada para chegar à ciclovia no outro lado. Enquanto ainda esperávamos o momento certo para atravessar, um ciclista parou e ficou à nossa espera. Tivemos uma conversa agradável com o Mateusz, que estava a caminho para o trabalho, mas queria conhecer este maluco casal de caminhantes.
Seguimos o nosso caminho e quando nós estávamos no meio de uma pequena aldeia a tirar fotografias de uma igreja, um senhor chamou-nos de dentro do seu jardim. Logo concordámos que a nossa língua em comum era alemão e o Sr. Józef convidou-nos para sua casa para um copo de sumo e uma aula incrível de história. A mostrar álbuns de fotografias e muitos documentos, ele levou-nos a uma viagem para a sua vida sob governo alemão, russo e polaco; como soldado em diferentes lugares na Europa e África durante a segunda guerra mundial; até a vida dos seus filhos e netos na Polónia democrática.

De volta ao presente, continuámos a nossa caminhada e logo em seguida encontrámos um simpático casal de bicicleta a caminho de Hel (este trocadilho só funciona em inglês).

Um pouco mais tarde, na cidade de praia totalmente lotada de Władysławowo, encontrámos o verdadeiro inferno: multidões nas ruas, pessoas quase a brigar por um lugar na praia – e nós com as nossas mochilas grandes a tentar passar no meio.

Quando finalmente conseguimos atravessar a cidade, tivemos o nosso primeiro encontro com um caminhante polaco. Mark estava a caminhar na costa da Polónia vindo do outro lado e deu-nos algumas dicas muito boas sobre o que estava a nossa frente.

À tarde, chegámos a uma cidade de veraneio um pouco mais tranquila chamada Jastrzębia Góra, onde encontrámos lugar num parque de campismo.

O E9 levou-nos para longe da praia novamente no dia 104 e nós estávamos a caminhar por florestas e junto a campos outra vez. Chegámos à idílica vila de Krokowa e como era o dia do nosso aniversário de 6 anos, decidimos comemorar em grande estilo e perguntámos se havia quartos no palácio! A recepcionista não hesitou quando viu dois mochileiros entrar no lobby do seu elegante hotel e informou-nos que ainda havia um quarto disponível. Nós rapidamente calculámos quantas noite na tenda seriam necessárias para equilibrar o orçamento novamente e decidimos ficar no palácio.
Eis algumas impressões do Palácio de Krokowa:

DSC05774 DSC05775 DSC05776 DSC05779 DSC05780 DSC05783

No próximo dia, chegámos ao início do Szlak Nadmorski, um trilho costeiro marcado em vermelho e branco, que nos levaria de volta ao mar e ao longo de 378 km até a fronteira com a Alemanha!

Gostámos do trilho bem marcado junto à costa e por florestas calmas. A calmaria foi interrompida cada vez que caminhávamos por vilas de praia movimentadas com um número impressionante de bancas, onde vendiam gofre e gelados, fast food, peixe defumado, artigos de praia e todo tipo de roupas. Para o jantar, podíamos escolher entre pizza (escolha económica) ou peixe frito (vendido por peso, de forma que nunca sabíamos quanto a conta seria no final – normalmente mais alta que o esperado) com surówka, uma mistura saborosa de saladas de couve.

Nem precisamos mencionar que dormimos na tenda nas próximas duas noites, em parques de campismo mais ou menos simpáticos.

Começámos o dia 107, como muitos outros dias de caminhada no litoral polaco, com um pão doce (Moiken) e salgado (José) comprado de uma pequena cabana branca, na qual o atendente tentava lutar contra dezenas de vespas a voar em torno dos bolos açucarados. O nosso destino foi Łeba e nós já estávamos ansiosos pelo dia de folga no sábado seguinte, dia 108. Chegámos à tarde de um dia de verão fantástico e batemos à porta de quase todos os pokoje (aluguer de quartos) em Łeba, sem sucesso. Decidimos primeiro sentar para almoçar e depois mandar a nossa arma mágica José à procura de um lugar. Ele descobriu uma minúscula casa de férias no quintal de um prédio na rua principal. O senhorio não falava uma palavra de inglês, mas conseguiu explicar-nos que poderíamos usar o chuveiro no apartamento de outro hóspede num determinado horário. Mais tarde contaram-nos que o país inteiro estava indo para a praia naquele fim de semana, já que tinha um feriado nacional e o tempo estava excepcionalmente bom.
Aproveitámos o nosso dia de descanso para relaxar, caminhar pela vila, cuidar das nossas barrigas e olhar com espanto as multidões a movimentarem-se pelas ruas e na área do porto. Em breve teríamos novamente paz e silêncio …

DSC05865 DSC05868 DSC05869 DSC05872 DSC05874 DSC05880 DSC05884 DSC05886

a carregar o mapa - aguarde por favor...

Mrzezino: 54.653092, 18.413105
Kapitanska Pokoje: 54.713545, 18.415146
Naskarpie Markowska: 54.833035, 18.321896
Zamek Krokowa: 54.776988, 18.163317
Relax Camping: 54.817459, 17.956238
Stilo Camping: 54.782375, 17.743228
Kosciuszki 70: 54.757189, 17.557184

Leave a reply